Spiga

EUA e seus antimísseis VS Rússia e China

Ainda não entendi muito bem o que está acontecendo, mas parece que as maiores potências mundias estão começando a divigir. Você consegue imaginar o quão isso pode ser perigoso?

Os EUA está fechando um acordo com a República Tcheca para instalar um sistema antimísseis em lugares estratégicos. Essa atitude seria uma defesa contra o Irã que está fazendo testes com mísseis e pode ser uma ameaça.


-------------Míssil com alcance de 2.000 km poderia atingir Israel e bases dos EUA no país

Inclusive, com esses testes de mísseis do Irã até o petróleo do mundo está sentindo. Parece que a subida repentina de seus valores e os da bolsa estão relacionadas a esses testes. E segundo os EUA, a China está "encobrindo" isso.

A Rússia que está se sentindo ameaçada tanto economicamente, quanto políticamente e que acredita que a instalação desse sistema "em nada ajuda no equilíbrio estratégico e na estabilidade, e ainda prejudica os esforços internacionais para controlar as armas e o processo de não-proliferação", ameaçou apontar seus mísseis contra a Europa se os EUA colocarem partes do escudo antimísseis perto das fronteiras da Rússia.

A Rússia e a China parecem estar se aliando. "Os dois países estão envolvidos nas negociações nucleares com a Coréia do Norte, e irritam os EUA por usarem seu poder de veto na ONU para atenuar sanções contra o Irã.".

Muita coisa envolvida, com grandes potências mundiais, espero que nenhuma iniciativa seja tomada, pois pelo o que parece o mundo está dinovo se separando em aliados e inimigos. Não quero uma nova guerra. E no ponto que está o mundo e as tecnologias hoje, será que ele pode resistir?

Se eu estiver em alguma parte enganado ou se você tem algo novo para colocar referente a esse assunto comente abaixo!

Fontes:
EUA e República Tcheca fecham acordo para escudo antimíssil
China e Rússia condenam escudo antimíssil dos EUA
Apesar de ameaças russas, EUA seguem plano de escudo antimíssil

feed Gostou do Blog?Assine o RSS Feed ou receba em seu e-mail

Posts relacionados:
Discutindo a posse de armas. Os EUA aprovou.
Por um mundo melhor. Passe adiante
Discutindo essa mídia sensacionalista.
Diga não ao aborto na enquete do O Globo Online

Adicionar esta notícia no Linkk

4 COMENTÁRIOS:

  NANDO DAMÁZIO

10 de julho de 2008 12:40

Fala, Gato !!
Tá lindão o blog !! =D

Cara, eu desejo muito mesmo que não aconteçam mais guerras, pois fatalmente nosso planeta não resitirá a mais uma .. Veja o estrago que fez a bomba de Hiroshima na década de 70, destruiu uma cidade inteirinha .. Imagine agora, em pleno ano de 2008, o poder de destruição que a tecnologia deve ter alcançado .. Não ficaria pedra sobre pedra !!

Abração, meu querido !!

  Sérgio Nascimento

25 de julho de 2008 19:07

Pois é né...
na verdade eu sei que esse bagulho tá se enrolando desde 2003, se eu não me engano, desde a criação (por Bush Junior) do "Eixo do Mal"...

Primeiro ponto. Pra mim é tudo uma questão econômica: as empresas GANHAM com guerra, ou temores de guerra. As petrolíferas então, lógica...maior o preço, maior o lucro! Então quanto mais alertas e sustos e ameaças, mais lucro. Ok.

Segundo ponto. Quem contra quem. Acho que não existem dois lados, existe um. Russia e China X EUA e Europa...sei não viu, mas nessa parte eu posso até estar errado. Agora, depois que eu passei a crer que o Bin Laden é personagem, uma poderosa peça a serviço dos interesses dos EUA (ver Fahrenheit, Zeitgeist, etc), não duvido mais de nada!

Terceiro ponto. Como vamos mudar a nossa forma de vida atual se não tivermos um baque? Prefiro que seja um crash econômico. Mas algo que de alguma maneira faça mudar de verdade. Infelizmente, a maneira mais fácil de um ser humano aprender é pela dor. Quando a água bate na bunda, a gente corre. Pra maioria das pessoas ela ainda não bateu.

É isso...
nosso trabalho é divulgar a paz e o desenvolvimento (realmente) sustentável de tal forma que o choque caminhe para o nosso lado. E não contra. Se o sistema vai quebrar, eu ESPERO que ele quebre. Para renascer. Melhor. Após a peste negra, na Europa, houveram grandes reformas estruturais que propiciaram um desenvolvimento das cidades com mais qualidade, infra-estrutura e higiene. O comércio cresceu e as nações floresceram. Quem sabe isso não aconteça também agora, só que numa escala maior!

Não tenho medo do que vai acontecer. Usando uma visão otimista, essa é uma grande época e uma grande chance para as pessoas se desprenderem do seu medo e começarem a viver com mais paz.

  Sérgio Nascimento

25 de julho de 2008 19:14

Que bíblia que eu fiz!

Dá pra fazer um novo post só com o comentário ;p

asiuehsauiehsauieshauieh
;*

  Anônimo

8 de setembro de 2009 15:28

Olá amigo,

Na verdade isso tudo não passa de um chorinho da Russia, pois ao instalar escudos anti-misseis os EUA estão transformando todo e qualquer arsenal nuclear intercontinental em obsoleto, isso faz com que eles fiquem intocaveis e a russia não quer isso, porque em uma negociação internacional não havera barganha instigando a guerra contra os EUA e seus aliados.
Pode acreditar em uma coisa, o escudo deixa o mundo mais seguro contra o uso de armas nucleares.
Saiba que os EUA tem força hoje para vencer uma guerra convencional (sem uso de armas de destruição em massa) contra 4 grandes potências e mais 3 países de poder médio, mas é claro acabaria devastado após o conflito.
Para se ter uma ideia a maior e mais poderosa arma de guerra é um porta-aviões. No mundo existem 7 países que possuem essa arma (por incrível que pareça o Brasil é um deles), sendo que todos tem uma unidade e os EUA tem 14 em operação e são os maiores. Um navio desses e sua esquadra eliminaria toda a defesa do Brasil em alguns dias sem muita resistência.

Minha opnião é que devemos agradecer a Deus que tal poder foi concebido aos americanos, tua imagina se fosse a Corea do Norte, Irã ou china.
"Viveriamos amarrados e levando chicotadas para trabalhar mais rapido."

André Pedroso
entusiasta de politica internacional

Duvidadas: andrepedroso_@hotmail.com